terça-feira, 9 de março de 2010

Diga que me quer! - Cindi Myers

Postado por Rafaela às 3/09/2010 05:00:00 PM
Resumo: À procura do sr. Perfeito... agora! Joni Montgomery precisa de um homem que finja ser seu namorado por tempo suficiente para persuadir certos membros da sua família a desistir daquela obsessão por casamento. Carter Sullivan é alto e lindo e aceita o plano. Perfeito! E ele é também tentador demais para Joni conseguir resistir... Mas alguns dias entre os lençóis só tornará a farsa mais convincente, não? Carter acredita em amor à primeira vista. E quando ele conhece a linda e sexy Joni, apaixona-se imediata e profundamente. Pena que ela insista em dizer que o relacionamento é temporário. Depois de alguns abraços calorosos, ele se convence de que Joni sente o mesmo por ele... embora se recuse a admitir. Muito bem. A solução é envolver seus sentidos até que ela confesse que também o quer! O que eu achei: Livro fofo. Para momentos em quer fugir de uma leitura densa e se deixar relaxar lendo algo leve e divertido. A capa parece bem com o primeiro encontro deles, os modelos, roupas e cenário de fundo. Muito bem escolhida! Não sei ao certo o que mais me cativou nesse livro, se foi sua escrita leve e bem humorada, a forma em que aborda o receio que algumas pessoas têm de se envolver em uma relação séria por medo de sofrer e/ou se decepcionar no futuro ou o lado romântico ao extremo que me fez suspirar à vontade rs. Joni não acredita no destino, para ela nós é quem fazemos a nossa história. Possue uma fachada pragmática quanto aos homens que esconde (ou tenta), por causa de um profundo medo de sofrer. E por esse motivo, não quer se envolver com homens que julga terem profissões perigosas e que se estes se arriscam é porque querem e gostam e que são: "viciados em adrenalina". Mas a Joni vai ter essa perspectiva totalmente abalada quando conhece o Carter. Carter Sullivan é um policial dedicado que ama sua profissão e quer fazer a diferença, mas se sente muito só e é um romântico inveterado, que quando conhece a Joni tem certeza de que foi obra do destino e que foram feitos um para o outro. Mas enquanto se apaixona tenta mostrar à ela que a vida é feita de riscos e que quando se corre esses riscos, o amor fica mais forte e é mais valioso e importante que tudo. Livro doce, engraçadinho e leve. Daria uma excelente comédia romântica. E pra encerrar vou usar uma frase da filosofia que acho que sintetiza bem o livro: Carpe Diem! Bjs

2 comentários:

Mara on 10 de março de 2010 21:59 disse...

hummm Rafinha... esse policial parece ser apaixonante... e a mocinha tem cara de teimosa... amoooo isso...

bjos
mais um anotado...rs e a lista cresce

tainara disse...

pq nao se encontra o :
nome do autor?
local de editacao?
e a data de quando foi criado?

Postar um comentário

Olá, bem-vindo(a) ao EB. Deixe seu comentário que adoraremos ler. :)

 

Emotion Box Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting