quarta-feira, 30 de junho de 2010

Irmãos de Laci — Deborah Simmons

Postado por Lidy às 6/30/2010 11:44:00 PM 4 comentários
Os de Laci são uma família composta por apenas dois irmãos — Nicholas e Isadora (ou Aisley, ou Maria, ou Joana, ou qualquer nome que a tradução brasileira tenha dado a ela!) —, no entanto, não muito unida. Infelizmente, Nicholas se juntou às Cruzadas, e ao voltar, descobre que a única parente viva se casara com um homem que diziam ter um pacto com o diabo. Pior ainda, o jovem estava consumido pelo ódio, e a noção de família não significava nada para ele.

1. Bodas de Fogo (The Devil's Lady) — Clássico Histórico Especial 6
Publicado pela Nova Cultural em 1995.
Isadora de Laci & Piers Montemorency

Piers Montmorency
Diziam que o misterioso Cavaleiro Vermelho não era um simples mortal. Que fizera um pacto com demônio, em troca de se tornar um guerreiro invencível. Isadora, porém, podia sentir com todo o seu ser que as sombras do enigmático e fascinante Piers ocultavam um segredo muito mais profundo…

Isadora de Laci
Feito um vendaval, Isadora invadiu o castelo de Dunmurrow para reivindicar o Cavaleiro Vermelho como marido! E Piers percebeu que sua vida mudaria para sempre. Mas uma mulher tão ardente e cheia de luz iria aceitar viver uma paixão envolta pelas trevas?

2. A Esposa Virgem (Maiden Bride) — Clássico Histórico 102
Publicado pela Nova Cultural em 1997.
Nicholas de Laci & Sophie Hexham

Ele queria vingança.
Ela ansiava por paixão.

Bretanha, Idade Média.
Sophie Hexham ficou desapontada com o desinteresse de Nicholas de Laci em fazer-lhe companhia no leito nupcial… É que Nicholas, obrigado a se casar, por ordem do rei, com a sobrinha de seu maior inimigo, jurara vingar-se fazendo-a sofrer. Mas Sophie sabia como conquistar o coração do marido de uma maneira que jamais imaginara!

É impossível escolher o melhor entre os dois livros. Ambos são românticos, apaixonados e sensuais. Isadora é uma mulher forte, que, ao se ver forçada a casar, decide conquistar o homem mais improvável: o Cavaleiro Vermelho. Não demora muito para que a teimosia se transforme em desejo, e de desejo, passa a amor. Por isso, ela decide ganhar o coração do marido (o que seria fácil, se Piers não fosse tão cabeça-dura); afinal, agora eles eram uma família, e só tinham um ao outro.Ao retornar das Cruzadas, Nicholas descobre sua única casada com um homem que ele não suportava, e decidido a se vingar do cavaleiro que quase lhe custara a vida, arma um plano, que infelizmente, não dá certo: o cidadão foi morto ao ameaçar Isadora, e para acabar com a disputa, o Rei o força a casar com a sobrinha de Hexham. Irritado, ele decide fazê-la sofrer, e a melhor maneira de conseguir, é negando o que Sophie mais quer: amor. No entanto, Sophie tem uma maneira muito especial de atrair Nicholas, mesmo que ele lute contra isso com unhas e dentes.Como eu disse antes, ambos são excelentes! Must read. Os personagens são cativantes, engraçados, motivados (sim, estou falando principalmente de Nicholas), e as histórias, além de tudo, são hilárias. Porém, “Bodas de Fogo” é mais tenso, graças ao mistério que envolve o destemido Cavaleiro Vermelho. “A Esposa Virgem”… Sabe, lembrei muito das Terras Altas da Hannah Howell, pois nesse livro há uma mocinha disposta a ser amada, capaz de qualquer coisa, e uma turma de coadjuvantes encheridos que mais parecia um livro dos Murray.Ah, surpresa! Isadora muda de nome a cada livro, mas o nome de Sophie não é Sophie. É Gillian. De qualquer forma, isso não chega a atrapalhar, mas bem que poderiam ter deixado o nome original dela, né?

sexta-feira, 25 de junho de 2010

A estranha - Hilda Pressley

Postado por Rafaela às 6/25/2010 04:23:00 PM 2 comentários
Sinopse: Ser considerada uma estranha era um sofrimento para Sara Martindale. Recém-formada em medicina, tinha ido para aquela pequena cidade do sul da Inglaterra com o coração cheio de esperança, vontade de se dedicar ao trabalho e, mais do que tudo, desejo de esquecer um passado! Então, por que todos a olhavam como se ela fosse uma intrusa? Seria por influência do jovem e poderoso Dr. Jim Crombie, que a atacava diante de todos, com críticas ferinas e mordazes? Não importava o motivo de tanta hostilidade: Sara decidiu lutar e conquistar a cidade... e o amor desse homem orgulhoso e fascinante.  

Minha Opinião:

Diga-se de passagem, um dos meus estilos literários favoritos.

^^ Quando escolhi esse livro para a Maratona, sinceramente, pela sinopse me empolguei para ler, porque achei que seria legal, ver a mocinha tentando se adaptar a nova cidade e a nova vida, mas sendo duramente difícil por causa da hostilidade. Queria ver a mocinha sofrer e lutar contra as tais críticas e olhares tortos, (sou meio carrasca com os protagonistas principalmente as mocinhas, às vezes, porque acho que o final fica com gosto melhor quando há muitos obstáculos a saltar, perdoem o trocadilho rsrs).

Duramente conquistado, melhor saboreado no final. Mas acho que para variar criei uma expectativa maior do que a realidade. (isso é que dá ler muito Anne Mather, que escreve Florzinhas como ninguém, cheios de conflitos e emoções. ) Mas voltando... Achei "A estranha" uma leitura boa, mas que fica devendo na parte da tal hostilidade (não foi tão grande quanto parece na sinopse), na verdade o que é enfatizado na história é a rivalidade entre a Sara e o Jim, rivalidade esta que esconde um amor.

O velho caso clássico de: acredito-que-odeio-mas-no-fim-das-contas-descubro-que-era-amor. É bem legal ver as picuinhas e discussões entre eles rsrs =p. Outra coisa que gostei bastante é o fato de haver muitas descrições sobre procedimentos médicos e sintomas. Muito interessante saber como a medicina funcionava naquela época (este livro é uma verdadeira raridade, foi lançado aqui em 1966! *-*) e aprender algumas coisas. Conhecimento nunca é demais e podemos aprender algo novo de muitas e variadas formas, em muitos lugares e é sempre super válido.

O romance em si fica mais para o final do livro, mas é resolvido de uma maneira muito bonitinha. Num saldo geral fiquei com a sensação um pouco frustrante de que faltou algo mais, mas gostei do livro. Por hoje é só.

Até logo.

^^ Bjs

terça-feira, 8 de junho de 2010

Desejo Selvagem - Lucy Monroe

Postado por Mara às 6/08/2010 12:01:00 AM 6 comentários
Escócia, 1283

Ao despertar da lua...
Por determinação do rei, Emily deve ser enviada para as Terras Altas e se casar com o líder do clã Sinclair. Resignada por tão infeliz destino, a única pessoa que a acolhe em seu novo lar é a irmã de Sinclair, principalmente depois que ele decide cancelar o casamento.
Líder do clã Balmoral, Lachlan é um dos mais temidos lobisomens das Terras Altas. Para vingar-se dos Sinclair, que sequestraram uma mulher de seu clã, ele rapta a irmã do líder. Porém também leva Emily, que acaba sendo uma recompensa muito mais interessante... Emily lhe desperta um desejo que ele não imaginava existir.
E embora não pense em se casar com uma humana, ainda mais sendo uma inglesa, Lachlan precisa descobrir como uma simples mortal tem o poder de conquistar tão facilmente o seu coração...

Meu Comentários:
Já tinha lido alguns livros dessa autora e apreciado, mas nada no seguimento místico.

Afirmo que não me decepcionei, o livro é extremamente bonito, claro que na minha humilde opinião.

Emily é uma inglesa de língua afiada que se oferece em sacrifício no lugar da irmã mais jovem, para se casar com um lord das Terras Altas, mas é rechaçada pelo prometido da irmã. Nesse intervalo é sequestrado por um clã rival e Lachlan chefe desse clã se apaixona por ela.


O livro fala de um amor proibido, primeiro por ela ser inglesa, depois por ela ser humana. Lachlan é um lobo pra lá de charmoso e fica numa interna e angustiada luta para manter as mãos longe de Emily.

O encontro de Emily com Lachlan na forma de lobo é mágico. É um livro inesquecível e belo.

Faltou um epílogo... Eu desejei ardentemente saber se os filhos desse casal tão apaixonado seriam lobos.

A telepatia entre os companheiros sagrados é de uma beleza ímpar e o momento da descoberta é um dos trechos mais lindos do livro.


Nota 10


Bjos
Lady d'Arques

terça-feira, 1 de junho de 2010

Encontros secretos - Cheryl Holt

Postado por Rafaela às 6/01/2010 11:00:00 AM 1 comentários
Sinopse: LONDRES, 1812 Entre um homem e uma mulher, tudo pode acontecer! Abigail sonha em ver a irmã mais nova casada e feliz. Mas solteira e inexperinete Abigail não tem como aplacar os temores da irmã com relação à noite de núpcias... A menos que ela própria tenha a coragem e ousadia para aprender o que acontece na intimidade de um casal. Porém, o único homem qualificado para ensinar a Abigail à arte do amor, desperta nela a inesperada tentação de pôr em prática as aulas teóricas... Rico, rebelde e entediado com as normas; da sociedade londrina, James Stevens se surpreende com o pedido inusitado da recatada Abigail. E enquanto se esforça para manter o autocontrole e não arruinar a reputação da donzela, James começa a perceber, pela primeira vez na vida, que o mero prazer físico é insignificante à luz da emoção do amor verdadeiro... Minha Opinião: Achei um livro com uma temática até que interessante, e livros de época hot são uma leitura bem inusitada, acredito que pelo contraste entre o mote histórico (e todos os costumes e regras de comportamento da sociedade envolvidos nele) e as passagens eróticas. Abigail, tem uma irmã caçula que como costume está debutando na sociedade e a família planeja que em breve faça um bom casamento. Como Abigail foi encarregada da criação e educação de Caroline (sua irmã), tem o dever de instruí-la e esclarecer suas dúvidas, quanto ao que se passa na noite de núpcias. Mas como fazê-lo, se por ser uma moça solteira e uma dama, ela não sabe os pormenores reais sobre o assunto? Para isso ela precisa de alguém que seja versado no assunto e que lhe explique teoricamente todos os detalhes, mas que seja muito discreto. É aí que entra (sem intenção de trocadilhos maldosos) o pária James Stevens. James está vivendo sua vida desregrada com sempre, até que numa tarde, uma jovem dama o vem procurar e quer contratá-lo para que lhe ensine as teorias do que acontece na noite de núpcias e claro, quais são os deveres conjugais da esposa. Claro que ele fica surpreso, ninguém nunca o quis contratar para esse tipo de coisa e ele fica bem relutante, mas acaba aceitando por entender os motivos da moça, achá-los corretos e por querer ver Abigail mais vezes, pois ficou encantado por ela, o que é recíproco. A partir daí os encontros secretos começam, a atração entre eles vai aumentando e com o tempo as coisas só tendem a se complicar. É um livro bom de se ler se você gosta desse tema, até que não é tão hot assim e gostaria de frisar que tem um lado romântico muito bonito e forte, a única coisa que não achei legal foram os cortes de edição que para mim foram mal feitos e prejudicaram o enredo. No mais, foi uma boa leitura. É isso. Bjs
 

Emotion Box Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting