terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Os Selvagens Wulfs de Londres - Ronda Thompson

Postado por Lidy às 12/28/2010 12:02:00 AM 6 comentários
Eu estava olhando meus poucos posts no EB quando percebi que uma das minhas séries preferidas foi deixada de fora. Minha cara de “mas, uai?!” foi impagável. Então, aqui estão os cinco irmãos amaldiçoados que encontram o amor nas situações mais inesperadas — e nos momentos menos convenientes.

1. Midnight Pleasures: A Wulf's Curse
Não publicado no Brasil.
Sterling Wulf & Elise Collins

Fugindo de um casamento arranjado, Elise infiltra-se em um vagão de uma troupe ambulante e se vê na cama do Domador de Feras, Sterling Wulf, que é algo mais do que aparenta... E que se transforma subitamente no desejo de Elise.

2. A Maldição da Lua (The Dark One) — Bianca 868
Publicado pela Nova Cultural em 2008.
Armond Wulf & Rosalind Rutheford

Londres, 1821

A faísca de uma paixão. Uma maldição. Um amor para todo o sempre...

Rosalind Rutherford está ciente do escândalo que irá provocar ao tentar seduzir um homem como Armond Wulf. Acontece que, para ela, essa é a única maneira de escapar do controle de seu cruel meio-irmão. Para seu desamparo, Armond não cede à primeira tentativa, porém a deixa com um gostinho tentador do que poderia ser uma noite de amor entre ambos. E quando surge uma oportunidade de mudar não só seu próprio destino como também o de Armond, Rosalind não a deixa escapar. Ela sabe que a atração que sente por Armond é correspondida; o que ela não sabe é que ele é vítima de uma maldição que o submete, a cada noite de lua cheia, a se transformar numa criatura cujo desejo pode ser tão ardente quanto perigoso...

3. O Feitiço da Lua (The Untamed One) — Bianca 854
Publicado pela Nova Cultural em 2008.
Jackson Wulf & Lucinda

Inglaterra, 1821

Fugindo do homem perverso que quer roubar seu bebê, Lucinda se embrenha na floresta para dar à luz... e se depara com outro perigo! Jackson acredita que a morte de uma jovem bruxa o libertará da maldição que o transforma em lobo a cada lua cheia. No entanto, fascinado com a beleza de Lucinda e comovido com sua súplica desesperada, Jackson aceita o acordo que ela lhe propõe...
Em troca de proteção, Lucinda promete usar seus poderes mágicos para libertar Jackson do feitiço que o atormenta. Mas será seguro confiar em um homem que vive sob o jugo de uma maldição? Render-se ao desejo que sente por ele pode ser a salvação de Lucinda, mas também sua perdição, pois é impossível saber se o amor despertará a fera adormecida dentro do homem, ou se a afugentará, deixando-o livre para sempre...

4. Olhos da Noite: O Visitante Misterioso  (Love at First Bite: The Forgotten One) — Bianca 874
Anne Baldwin & Merrick Wulf 2008

Beijos ardentes. Segredos sensuais. Paixões eternas.
Lady Anne Baldwin anseia por libertar-se das regras sociais às quais é obrigada a se submeter e saborear a experiência de viver aventuras e emoções. Ao conhecer o misterioso Merrick e ver-se atraída pelo homem solitário e proibido, cujos olhos brilham como os de um lobo, talvez ela tenha encontrado mais do que aquilo pelo que barganhou...

5. O Príncipe e o Lobo (The Cursed One) — Bianca 864
Publicado pela Nova Cultural em 2008.
Gabriel Wulf & Amelia Sinclair Collingsworth

Inglaterra, 1821

Segredos inconfessáveis...

Casada e viúva no mesmo dia, Amelia Sinclair tem uma lua-de-mel atípica. Rebelde e impulsiva, casar-se com Robert Collingsworth foi sua única atitude sensata. Agora ele está morto, e ela precisa escapar de estranhas criaturas que a perseguem... mesmo que para isso tenha de contar com a ajuda de um estranho. Bem, talvez não um completo estranho. Amelia viu Gabriel Wulf pela primeira vez há anos, nas movimentadas ruas de Londres, e desde então, ele assombra seus sonhos...
A família e a maldição que existe sobre ela são as únicas prioridades de Gabriel. Ele tem pouco tempo para mulheres, e nenhum tempo para amor e romance. Mas estranhos acontecimentos o coloca diante de uma linda mulher, que ele tem de proteger... e não só dos perigos que espreitam nos bosques que os rodeiam. Gabriel tem segredos, segredos sombrios, que Amelia jamais deve conhecer, pois não compreenderia. Ela, porém, desperta seu coração... e a fera que habita dentro dele. Será Amelia a chave para sua salvação, ou a arquiteta de sua derrota?

Vou ser sincera: a Nova Cultural conseguiu destruir os livros — já vi muita gente dizendo que não lê nada da Ronda Thompson depois de ter lido só um desses aí. Cada livro no original tem em torno de 300 páginas, exceto “A Wulf's Curse” e “The Forgotten One”, que são parte de antologias. Os livros são, na verdade, dignos de serem lançados num Bestseller ou Clássico Histórico da vida. Mas não, só os Bianca vão ter estórias paranormais. Deu nisso. E sem contar que a editora conseguiu, de novo, a proeza de publicar fora de ordem.
Meu livro preferido é o do Armond. Amo o jeito possessivo dele, o modo como ele age, como ele seduz a esposa forçada, como ele conversa, como... Realmente eu o adoro. Não é que os outros Wulf não sejam bons — ver Jackson abandonar os vícios e virar homem, e Gabriel sendo obrigado a confiar foi muito interessante —, mas Armond roubou meu coração desde a primeira vez.
Sendo assim, vou contar o ponto de partida da série: em 1715, um ancestral dos Wulf, Ivan, foi amaldiçoado por uma bruxa — aquele velho papo: “querida, eu amo você, casa comigo”, etc e tal, mas alguns dias depois... “É o seguinte: tenho que casar com alguém da minha posição, é minha responsabilidade, você precisa me perdoar, blábláblá”. Resultado: a bruxa profetizou que todos os descendentes de Ivan se transformariam numa besta, e a maldição só seria quebrada quando eles enfrentassem e vencessem seu pior inimigo. Parece moleza, mas ninguém descobriu como quebrar o feitiço, mesmo depois de terem lutado com todos os inimigos que tinham. Um século depois, o pai dos jovens Wulf é atingido pela maldição, comete suicídio, e leva os três irmãos restantes — Sterling fugiu de casa e Merrick era ilegítimo — a fazer um pacto de não se casarem jamais, assim a maldição morreria com eles. Teria tudo dado certo, se Armond não tivesse se proposto a ser o cavaleiro na armadura de prata da inocente vizinha.
Segue o poema de Ivan Wulf, de acordo com o original:

Maldita seja a bruxa que me amaldiçoou.
Eu pensei que seu coração fosse puro.
Ah! Nenhuma mulher entende o dever,
Seja ele a família, o nome ou a guerra.
Eu não encontrei modo algum de quebrá-la.
Nenhuma poção, encantamento ou façanha.
Do dia em que ela rogou a maldição,
Ela passará de semente a semente.
Traído pelo amor, meu próprio idioma falso,
Ela ordenou à Lua para me transformar.
O nome de família, antes meu orgulho,
Tornou-se a besta que me assombra.
E na hora da morte da bruxa…
Ela me chamou ao seu lado.
Sem clemência, nenhuma compaixão,
Ela falou antes de morrer:
“Procure e encontre seu pior inimigo,
Seja bravo e não fuja.
O amor é a maldição que te prende
Mas é também a chave para te libertar”.
Sua maldição e charada é minha destruição.
Essa bruxa que eu amei e com a qual não pude casar.
Batalhas eu lutei e ganhei,
E ainda derrotado eu fiquei em meu lugar.
Aos Wulfs que sofrem meus pecados,
Aos filhos que não são nem homens nem bestas,
Desvendem o enigma que eu não resolvi
E se livrem dessa maldição.

Ivan Wulf

No ano do Senhor de 1715.

Infelizmente, Ronda Thompson morreu de câncer de pâncreas em julho de 2007. Apenas 5 livros dela foram publicados no Brasil: os quatro Wulf e outro chamado “Confissões de uma Top Model”.

Bem, isto disto, não sei porque essas postagens estão saindo assim — com muito espaço, negrito em vez de itálico…

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Os Mercenários de Sarah Brophy

Postado por Mara às 11/18/2010 10:21:00 PM 1 comentários
Olhos da Meia-Noite

Inglaterra, Século XI

O coração sente o que os olhos não podem ver...

Filho ilegítimo de um nobre normando, Robert Beaumont tornou-se um dos mais implacáveis guerreiros da Inglaterra. Em reconhecimento por seus serviços à nação, o rei o presenteia com uma propriedade, sob uma condição: que ele se case com a irmã do homem a quem o rei deve favores... Uma jovem que poucos homens concordariam de bom grado em tomar por esposa... Há anos Imogen Colebrook vive isolada, nas terras frias e ermas do norte da Inglaterra, prisioneira do irmão, um homem sádico e cruel, responsável por sua deficiência... e por prometê-la em casamento a um homem perigoso. 

No entanto, ao conhecer Imogen, o temido cavaleiro fica deslumbrado por sua rara beleza e pela coragem daquela jovem, condenada a viver num mundo de trevas. Decidido a livrar sua noiva dos tormentos do passado, Robert precisa lutar contra o inimigo poderoso que ameaça destruir a frágil felicidade de ambos, e a conduzir o coração de Imogen pelo caminho da luz e do amor...

Meu Comentário:

Quando Sarah Brophy escreveu esse romance estava muito mais do inspirada. "Olhos da Meia-Noite" é um daqueles livros inesquecíveis e super bem recomendado.

Imogen é citada no reino como a "dama disforme" e Robert com seu trabalho de mercenário é conhecido como o "Carniceiro do Rei".

Duas almas torturadas pelo preconceito e a maldade, e que juntas fazem um dos melhores romances que já li.
Robert de Beaumont é bastardo e mercenário, mas seu interior é meigo, seu coração e caráter são extremamente justos.

Imogen é uma das mulheres mais belas do reino, mas devido a um "acidente" ficou cega e se tornou prisioneira dos próprios aposentos.

Envoltos numa conspiração, com um vilão muito perigoso, suas vidas correm perigo e só o amor poderá lhes dar forças para vencer tantos obstáculos.

Robert recebe ordens do Rei para se casar com a "dama disforme" e então se tornar dono de Shadowsend Keep.

Logo nas primeiras linhas temos a mais bela cena do livro. Com seu jeito meigo e gentil Robert se dispõe a ser os olhos de Imogen.

A partir dessa linda promessa...

"— Você nunca mais sé sentirá desamparada. Eu prometo. Não me afastarei de seu lado nem sequer por um segundo. — Robert se moveu, sem se levantar, de modo a tocar nas faces ainda úmidas de lágrimas. — Eu serei seus olhos."

... a vida de Imogen sofre uma grande transformação, Robert mostra a ela que apesar de sua deficiência, ela deveria e poderia ter uma vida normal.

Cenas lindas do príncipio ao fim... meu único senão é que Imogen quase estraga tudo quando Gareth de Hugues se apaixona por ela. Neste momento confesso que tive vontade de entrar no livro e dar na cara dela...rs

Enfim, o livro é lindo e perfeito! Nota 10. (Robert de Beaumont é o que Há no quesito mocinho).


Inglaterra, 1174

O amor vence todas as adversidades!
Sir Gareth de Hugues é conhecido como um combatente aguerrido. Ansioso para provar sua capacidade também fora dos campos de batalha, ele decide ir administrar a propriedade rural da família em Devon. No caminho, porém, cai na emboscada de um saqueador de estradas, e depois de recobrar os sentidos sai em perseguição ao seu assaltante, apenas para descobrir que se trata de uma jovem linda e corajosa, que rouba para alimentar o irmão e a mãe doente. Nem sua consciência nem a súbita atração que sente por ela lhe permitem que a deixe escapar, mas levar aquela família para o seu castelo poderá colocar a todos em perigo...

Criada no submundo de Londres, Zetta conseguiu sobreviver até hoje valendo-se de sua esperteza e agilidade. Ela aprendeu com a mãe que confiar nos homens só leva a sofrimento, porém a gentileza e sinceridade de Gareth exercem sobre ela um apelo poderoso.

Contudo, quando a beleza de Zetta atrai a atenção do rei, ela e Gareth se veem envolvidos numa teia de de ambição e cobiça da qual somente os corações mais audazes... e apaixonados... conseguirão escapar!

Meu Comentário:

Sequência de "Olhos da Meia-Noite" esse livro conta a história de Gareth, o melhor amigo e homem de confiança de Robert de Beaumont.

Gareth tenta seguir sua vida e esquecer a paixão platônica que um dia nutriu por Imogen a mulher de Robert. E se dispõe a cuidar da fortaleza da família na Normandia que pertence ao seu irmão  mais velho Lanfranc, que está na Inglaterra.

Partindo para a fortaleza Gareth é assaltado por Zetta que literalmente vira sua vida de cabeça para baixo.

Zetta foi criada pela mãe, que para garantir a subsistência de Zetta e Edrit, o irmão defiente físico e mental de Zetta, se prostituiu quando jovem.

A luta de Zetta pela sobrevivência da família já que sua mãe envelheceu e ficou enferma a leva a se torna uma ladra, pois se recusa a seguir o caminho de prostituição da mãe.

E é como ladra que Zetta se depara com Gareth pela primeira vez e a partir desse encontro suas vidas nunca mais serão as mesmas.

Gareth é um gentleman, gentil, carinhoso e dono de uma paciência infinita. Já Zetta por seu histórico de vida demora a confiar e não mantém sequer um mínimo de diálogo com Gareth, o que gera muitos erros e enganos. 

A trama sofre várias reviravoltas e até chegar o "Felizes Para Sempre", confesso que fiquei muito irritada com Zetta.

Nota 8,5 (porque em comparação com "Olhos da Meia-Noite" esse livro fica muito aquém).

Bjos
Lady d'Arques

sábado, 30 de outubro de 2010

Lição de sedução - Jamie Denton

Postado por Rafaela às 10/30/2010 06:58:00 PM 2 comentários


Sinopse:

Ela era uma nulidade para seduzir os homens! Ele, o mais envolvente espécime masculino. Juntos, pareciam dinamite pura!

Eden Matthew é uma boa policial com uma péssima reputação... de ser uma nulidade entre os lençóis. O policial estressado Jackson Hunt tem uma excelente reputação... de ser um amante absolutamente lendário. Determinada a mudar completamente sua vida. Eden faz chantagem com Jackson para obrigá-lo a ensinar a ela tudo o que é necessário para ser uma mulher perversa.

Jackson aceita o desafio e começa a dar lições de como ser uma policial temida e uma mulher sedutora. Tudo devia ser apenas uma experiência pedagógica, mas quando as aulas de sedução liberam em Eden uma faceta que nem ela sabia possuir, nenhum dos dois se descobre disposto a fracassar no exame final...


Minha Opinião:

Ai esse livro é ótimo!
Simplesmente adorei!
Tem todos os ingredientes necessários para uma leitura gostosa e que flui numa boa: humor leve e inteligente, romance, partes hots sensuais e escrita que só tem um único intuito: divertir e entreter.

Em Lição de sedução o mote da história é um casal que se conhece a mais de um ano e trabalham juntos (são policiais e parceiros). Além disso eles são amigos e tem uma relação de amizade e companheirismo muito boa, só que a Eden tem digamos... problemas de auto-estima no campo sexual e afetivo (ou pelo menos ela acha que tem), e por isso pede uma "ajudinha" do Jackson nesse quesito já que ele tem uma excelente reputação, só que eles não fazem ideia que as coisas vão começar a se complicar e muito a partir daí. Ou complica ou arruma de vez! xD Nossa esse "acordo" vai dar uma confusão danada! hahaha 

É uma leitura bem agradável e despretensiosa, doce e romântica como também meio picante e com alguns diálogos e 'cenas' bem divertidos.
Esse livro é show!
Um romance muito muito fofo.
Minha únicas reclamações são que não tem epílogo, queria saber o que acontece depois do final, e também que queria que o livro fosse maior rsrs, achei muito fino, para vocês verem o tanto que eu gostei rs, QUERO MAIS!! *-*
Indicadíssimoooo!
Bjs

sábado, 25 de setembro de 2010

Campanha “QUEREMOS HIGHLAND CHAMPION JÁ!”

Postado por Lidy às 9/25/2010 10:14:00 PM 3 comentários
A faculdade tem me mantido ocupada para ler, mas algo que já jurei fazer é ler “O Pecador das Terras Altas” assim que o dito-cujo desembarcar em Minas.

Para quem não sabe, esse é o último livro da série das Terras Altas — ou melhor, dos Murrays, segundo o selinho da série em inglês — a ser lançado, tanto no Brasil quanto nos EUA. O próximo lançado lá fora é Highland Protector, de Ilsabeth Murray Armstrong e Simon Innes. Sim, a filha de Elspeth e Cormac e o amigo de James e Tormand.

“Lá fora” porque a editora responsável por publicar os livros aqui fez o favor não solicitado de SALTAR uma parte importante da série: Highland Champion, a história do superultramegapowertdb Liam Cameron.

Ué, mas como assim?

Eu já publiquei uma resenha sobre a série, mas aqui vai a cronologia:
1. Destinos ao Vento (Highland Destiny) — CHE 251 — Balfour Murray & Maldie Kirkcaldy
2. Em Defesa da Honra (Highland Honor) — CHE 255 — Nigel Murray & Gisele DeVeau
3. Laços de Amor (Highland Promise) — CHE 259 — Eric Murray & Bethia Drummond
4. Juramento de Amor (Highland Vow) — CHE 270 — Elspeth Murray & Cormac Armstrong
5. Vingança de Amor (Highland Knight) — CH 283 — Avery Murray & Cameron MacAlpin
6. A Noiva das Terras Altas (Highland Bride) — CH 304 — Gillyanne Murray & Connor MacEnroy
7. O Anjo das Terras Altas (Highland Angel) — CH 308 — Payton Murray & Kirstie MacLye
8. Um Toque Mágico (Highland Groom) — CHE 217 — Edmund (Diarmot) MacEnroy & Ilsa Cameron
9. Senhor das Terras Altas (Highland Warrior) — CHE 229 — Fiona MacEnroy & Ewan MacFingal
10. Guerreiro das Terras Altas (Highland Conqueror) — CHE 225 — Sigimor Cameron & Jolene Gerard
11. Highland Champion — Liam Cameron & Keira Murray MacKail
12. O Amante das Terras Altas (Highland Lover) — CHE 313 — Gregor MacFingal Cameron & Alana Murray
13. O Bárbaro das Terras Altas (Highland Barbarian) — CHE 320 — Artan Murray & Cecily Donaldson
14. No Auge da Paixão (Highland Savage) — CHE 302 — Lucas Murray & Katerina Haldane
15. O Lobo das Terras Altas (Highland Wolf) — CHE 317 — James Drummond & Annora MacKay
16. O Pecador das Terras Altas (Highland Sinner) CHE 362 — Tormand Murray & Morainn Ross
17. Highland Protector Não lançado. Simon Innes & Ilsabeth Murray Armstrong

Isso posto, duas coisas. A primeira: TRAGAM LIAM CAMERON! Como uma série de 16 livros pode ser lançada sem o décimo-primeiro? A única explicação que passa pela minha cabeça é que alguém andou matando as aulas de matemática na escola, pois 16 não vem antes de 11.

A segunda: o Mulheres Românticas, Romances in Pink, Menina da Bahia e Literatura de Mulherzinha estão organizando uma campanha para acordar a Nova Cultural e fazê-la lançar Liam Cameron. Por isso, todo mundo “tuitando” a frase

Campanha nova no ar! @novacultural queremos Highland Champion! #liamcameronjá

É isso. Séries incompletas e fora de ordem são o fim, e meu direito de consumidora exige que eu reclame disso tanto quanto das edições ruins, nomes trocados, traduções bizarras e afins.
 

Emotion Box Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting