sábado, 26 de setembro de 2009

Nasci para te amar - Lori Foster

Postado por Rafaela às 9/26/2009 01:43:00 PM
No calor do momento... O principal objetivo de Nora é o trabalho. O emprego de secretária num consultório médico ajuda-a a ocupar a mente, e o salário é suficiente para manter seu estilo de vida simples. Ela não está preocupada em parecer atraente, nem interessada em se envolver num relacionamento. Embora tenha apenas vinte e cinco anos, um segundo casamento não faz parte de seus planos para o futuro. Somente um homem muito especial, que a ama como ela merece ser amada, poderá fazê-la mudar de idéia, depois de já ter sido casada e ficado viúva. Está cada vez mais difícil para o dr. Cary Rupert manter a serenidade e a concentração no atendimento aos seus pacientes. A secretária do consultório ao lado não lhe sai do pensamento, a ponto de ele se atrapalhar até mesmo com o estetoscópio! Porque aquela jovens de feições delicadas faz questão de se esconder atrás de um par de óculos e de um austero uniforme branco que não consegui ocultar as formas graciosas do seu corpo? Cary não sossegará enquanto não descobrir a resposta, e enquanto não mostrar a Nora que ele pode ser tudo o que ela precisa! Sobre o enredo: Como o resumo diz (mais ou menos), este livro conta a estória de um médico que se apaixona pela secretária do consultório ao lado que pertence ao amigo dele de infância que também é médico. Ele é apaixonado por ela a um ano e essa paixão é (aparentemente) platônica pois ele sempre a convidou para sair e ela nunca aceitou. Até que um dia ele ouve uma conversa dela com outra funcionária nova na cliníca que virou amiga dela e descobre que essa atração que ele sente é mútua. Esse acontecimento dá o pontapé inicial no desenrolar da estória. O que eu achei: Sinceramente gosto dos livros da Lori Foster ela escreve estórias de amor muito fofas, doces, leves, com uma pitada de sensualidade (sem ser vulgar) e se especializa em contemporâneos. Mas esse livro em particular eu não gostei, não sou de criticar livros, e não sou uma leitora exigente, você provavelmente não vai me ver muito criticando um livro aqui ou em qualquer outro lugar, pra falar a verdade esta é minha primeira experiência nesse sentido, mas vamos voltar ao que interessa - a estória. Pelo resumo a gente vê que é interessante, mas na hora de ler são outros quinhentos. A impressão que me passa é que a estória sofreu cortes bruscos e quando terminei a leitura fiquei com aquela sensação de "já? acabou? ué, cadê a estória?", não senti firmeza no casal, nem ânimo para continuar lendo, muito menos curiosidade suficiente para me prender à estória. Algo que eu senti falta demais e achei totalmente estranho, é a falta de um vilão ou pelo menos uma imitação de vilão, cheguei a pensar que talvez fosse a mãe do mocinho que junto com as irmãs dele ou mesmo sozinha, ia colocar obstáculos para impedir que o casal ficasse junto, mas qual é a minha surpresa? A mãe dele aceita tudo numa boa, as irmãs também, aliás TODOS os personagens dão a maior força para o romance engrenar e eu fiquei com cara de tacho, porque não achei ninguém que pelo menos tivesse algo contra. Não me entendam mal! Eu sempre estou do lado do amor, mas a questão é que eu acho que um livro tem que ter algum vilão ou vilã pra botar tempero na estória, com seus empecilhos e artimanhas para impedir a realização do amor dos protagonistas, para no final o amor deles acabar sendo mais forte e superando tudo, o que não é o caso neste livro. Talvez a Lori tenha acreditado quando o escreveu, que os medos da mocinha, sofrimentos e traumas do passado, fossem os vilões, em vez de a presença física de um personagem (ou mais de um) que tivesse o papel de tentar destruir o romance dos protagonistas; que para preencher o enredo bastaria isso, mas na minha opinião não bastou. O livro É legal, mas sinceramente achei muito sem sal nem açúcar. Foi uma surpresa ler um livro da Lori assim, acho que é uma exceção na sua vasta carreira de sucesso e estórias bonitas de amor que ela tão talentosamente nos proporciona. Bjs Ps: Achei a capa linda, tá? Esqueci de falar isso durante a resenha... :P rs

1 comentários:

Mara on 26 de setembro de 2009 21:51 disse...

Rafa... realmente a capa é linda...rs

Postar um comentário

Olá, bem-vindo(a) ao EB. Deixe seu comentário que adoraremos ler. :)

 

Emotion Box Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting