sábado, 26 de novembro de 2011

Amável Tirano — Johanna Lindsey

Postado por Lidy às 11/26/2011 11:07:00 PM

(Gentle Rogue — Editora Record)


Georgina Anderson, caçula de seis irmãos, e única mulher, chega à Inglaterra e encontra seu prometido casado com outra e pai de dois filhos. Arrasada, cheia de ódio pela Inglaterra e por tudo que é inglês, ela resolve voltar para os Estados Unidos, o mais rapidamente possível. Sem dinheiro, ela se disfarça de taifeiro e embarca no Maiden Anne, deixando as tristezas nas costas da Inglaterra. Mas a inocente Georgina não desconfia o que irá lhe aprontar o capitão do navio — o libertino e irreprimível James Malory.

Fingindo desconhecer que ela é uma moça, Malory passa a partilhar o mesmo camarote e acaba por seduzi-la. Mas Georgina volta para casa sozinha, pois o ardente defensor do celibato não abre o coração para o matrimônio, numa jura que fez de que mulher alguma o levaria ao altar.

Georgina é uma dos sete herdeiros da companhia marítima Skyrlark e nunca foi exatamente uma beldade. Quando completa 16 anos, subconscientemente decide ‘comprar’ um noivo que fosse bonito, bem-apessoado e que ganhasse algo com ela, do mesmo jeito que ela ganharia com ele... O sortudo foi Malcolm Cameron, que pulara de alegria ao saber que praticamente seria dono de um navio... Mas fora recrutado na guerra dos EUA contra a Inglaterra em 1812 — e o pior: recrutado por ingleses, graças a sua ascendência.

Seis anos depois, cansada de esperar, Georgina tenta convencer o irmão Thomas a ir à Inglaterra em busca do noivo em fuga desaparecido, mas ele só poderia depois de uma longa viagem. Sem paciência, e se aproveitando da ausência dos irmãos, ela embarca com o vizinho Mac rumo a Londres. No entanto, a busca por Malcolm se mostrava infrutífera, já que todas as pistas eram falsas.

Quando Mac finalmente consegue uma informação sobre um amigo de Malcolm, Georgina decide se disfarçar de menino e segui-lo a uma taverna de beira de cais. Mas, por outro lado, James Malory — o antigo pirata Capitão Jack Sparrow, digo, Hawke (pessoalmente eu gosto mais de Jack Sparrow) — também aparece buscando um primo da esposa do irmão dele. Claro que, quando um engano ocorre, uma briga de bar começa, e os presentes descobrem que o garoto, na verdade, era garota. Para piorar a situação, James se encanta pelo bumbum de Georgina e decide que ela era dele.

Todavia, ela consegue escapar do “muro de pedra” — o apelido carinhoso que James ganha, sem saber — e consegue, por fim, encontrar o noivo... Ou ex-noivo, dependendo do ponto de vista. Solteira, infeliz, amarga e, por incrível que pareça, sóbria, Georgina coloca na cabeça que voltaria para casa, e o jeito mais fácil seria trabalhando num navio para pagar a passagem. Ela se disfarçaria de garoto e serviria como taifeiro do muro de pedras!

James, que não é idiota nem nada, percebe que ‘Georgie’ era a megerinha que salvara na taverna e começa a fervilhar de idéias sobre como ela se renderia a ele e imploraria que ele a possuísse. No entanto, tanto um quanto outro fica abismado quando, em vez de uma paixão avassaladora, Georgina começa a sentir... Enjôos.

Sendo curta e grossa: se não leu, leia, se já leu, releia. “Amável Tirano” é o terceiro livro de uma série sobre duas famílias porretas que Johanna Lindsey escreve, mas é o único lançado no Brasil. Os Malory são os principais, mas os Anderson sempre dão um jeito de casar com uma das meninas Malory.

James e Georgina são ótimos. Ele é presunçoso, libertino, o melhor em tudo que faz e a deixa louca. Ela é impaciente, imediatista, inteligente, independente e cabeça-dura, que também o deixa louco. Os coadjuvantes são excelentes, mas sem roubar as páginas. Vê-la tentando enganá-lo ao mesmo tempo em que ele finge não saber a identidade dela é ótimo, especialmente quando ele vai se apaixonando e não percebe.

Os irmãos Malory são umas graças, assim como o resto da prole — os sobrinhos, primos, agregados, cunhados e por aí vai. As provocações entre Anthony e James são hilárias, ainda mais quando ambos se atormentam com os pontos fracos um do outro — aliás, a reação de Anthony ao saber em que circunstância Georgina e James ficaram juntos me fez feliz por ter uma irmã 11 anos mais nova, ou minha vida seria o inferno.

Os irmãos de Georgina são ótimos, apesar de mais sérios que os Malory. Thomas é uma graça e definitivamente merece um livro, Clinton é o sério, e os outros, Drew, Body e Warren já ganharam livros próprios e são igualmente deliciosos. Falando nisso, a reação deles a James me fez procurar alguma coisa com que a minha boca às duas da manhã... Rs

Ah, por último, o filho de James, Jeremy. O menino tem 17 anos e é tão safado e engraçadinho quanto o pai. As gracinhas dele ao saber que Georgina era esposa de James me deixaram louca pra ir à caça da história dele, principalmente quando li isso: 
— Puxa vida, você não pode estar pensando em instalar a sua amante aqui. A tia Roslynn não vai admitir.

— A sua tia vai é ficar encantada, meu rapaz. Pode contar com isso. Afinal de contas, George é uma Malory.

— Claro, e eu sou filho legítimo.
Enfim, agora é rezar para que alguma editora brasileira tome vergonha na cara e lance os livros aqui... Mas sem o Fabio na capa, né?

6 comentários:

Mara on 27 de novembro de 2011 15:35 disse...

Oi Cunhadinha querida!

Realmente esse livro é um dos inesquecíveis... amoooo demais essa familia!

Mas realmente vc tem razão... lancem a familia toda, mas sem o Fábio!!!

bjos
Mara

Flavia Lourenço disse...

Bem, eu li. E Gostei. Mas teve pontos em que fiquei realmente frustrada...James foi super ultra mega hiper arrogante, tanto que me irritou em algumas partes! E insultou Georgina de tantas maneiras, que mesmo hoje em dia isso teria sido muito mal educado (o que significa que achei a reação dela aos insultos muito precárias) e o fato de mesmo ela estar fumegando de raiva e ele literalmente "esculachando" ela em alguns momentos, ela sempre se derretia nos braços dele, isso sim me tirava do sério!!!!! OG!!

Mas no todo gostei do livro...me prendeu e não achei cansativo, o que tem acontecido com frequência ultimamente, não sei porque! rsrs

Enfim, na espera das próximas resenhas e/ou indicações de leitura!

Beijosss;*

Flavia Lourenço disse...

OBS: Estou com o livro do Jeremy, se vc quiser te passo! :)

Segue sinopse:

Agora é a vez de Jeremy, filho do cavalheiro e pirata James Mallory.
Quando Danny, uma jovem que cresceu nas ruas de Londres sem nenhuma lembrança de sua família,
é expulsa de seu bando por ajudar a Jeremy Mallory a recuperar as jóias que seu amigo Percy perdeu em um jogo de cartas, exige de Jeremy que lhe dê um trabalho. Está decidida a converter-se em uma mulher respeitável para poder cumprir seu sonho de casar-se e fundar uma família.
Cativado por sua beleza e sua coragem, Jeremy contrata Danny como criada, embora queira fazer dela sua amante. Sob a tutela de Jeremy e sua prima Regina, Danny se transforma em uma dama.
Embora se sinta atraída por Jeremy, nega-se a ser algo mais que uma criada
porque sabe que ele não está disposto a casar-se com ela.
Quando Danny volta a ajudar Jeremy fazendo-se passar pelo novo amor dele para evitar um escândalo, alguns membros da alta sociedade se dão conta de que o rosto de Danny lhes é familiar.
Desatam-se os rumores a respeito de sua verdadeira identidade, algo que porá em perigo não só as possibilidades de que Danny conquiste o coração do Jeremy mas também sua vida.

Lidy on 6 de dezembro de 2011 22:24 disse...

Flavia, demorou, mas aqui estou. :D Obrigada pela oferta, mas já estou com todos os Malory aqui, esperando para serem lidos - na ordem. Afff! Até porque eu tenho que preparar pro dia que a tia Johanna escrever o Thomas. Aí eu vou precisar fazer uma releitura, afinal, uma série tão grande... igual a boca do lobo mau. Espero que o Thomas também seja adepto do comer melhor.

Bjos

PS: também achei o James arrogante, mas ri demais com ele. Fico me perguntando o que você vai achar do Lucien, que é a arrogância encarnada. hehehehe

Flavia Lourenço disse...

Ah mulher! Nem me fale essa coisas...estou por aqui com mocinhos arrogantes!

Eu gosto daqueles que sofrem tentando conquistar a mocinha independente, adooooroooo ver eles se descabelando! hehehe
Mas tem tanto tempo que não consigo achar um livro assim, que até bate uma deprê! rs

Esses dias comecei a ler um livro que achei que ia ser superrrrrr legal.."amante virgem" só que não lembro o nome da autora...

mocinha com diálogos super inteligente, jovem, que se apaixanou por homem mais velho..depois das primeiras página (comigo super empolgada, achando que tinha descoberto a mina do tesouro) simplesmente espumei de raiva e nem consegui terminar de lê-lo, a garota simplesmente vira uma lunática burra/retardada, que só faz merda, com uma irmã respondona que se fosse eu dava uns tabefes e com um mocinho irritante toda vida!

Já viu, né...fiquei até de luto! hahahhaha

Bjsss

Lidy on 21 de dezembro de 2011 11:44 disse...

Flávia (eu odeio o Windows que dá problema!!!!), eu tbm odeio os arrogantes... porque geralmente eles estão completamente errados. Não o Lucien - aquele homem maravilhoso, lindo, gostos... hum, bem, ele nunca dá ponto sem nó. Está sempre certo. É irritante sim, mas desde o primeiro momento a gente fica pensando que seria ótimo se ele encontrasse alguém a altura para que ele prove o próprio veneno. rsrsrs Ele é a arrogância em pessoa, mas no dia em que decide lutar pelo amor da Eva, ninguém segura ele - e ele até decide deixá-la partir porque não podia prendê-la e fazê-la sofrer. *suspira* Então eu acho que vc vai gostar do Lucien. kkkkkkkkkkkkk Acho hilário quando todo mundo percebe os planos dele e acaba fazendo exatamente o que ele quer que façam.

Esse "A Amante Virgem" é uma porcaria mesmo. Foi o pior livro que li da Kay Thorpe. Se tem uma coisa pior que mocinho arrogante, é mocinho que faz c* doce. Afff, dá uma vontade de entrar no livro e estapear o idiota pra ver se pelo menos meio neurônio defeituoso produz raciocínio.

Falando nisso, também não encontro livros assim. Geralmente os mocinhos são pedantes e as mocinhas merecem uns murros.

Postar um comentário

Olá, bem-vindo(a) ao EB. Deixe seu comentário que adoraremos ler. :)

 

Emotion Box Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting